Descrição do Curso

Público alvo: Médicos Psiquiatras, Médicos Neurologistas e Neurocirurgiões, Psicólogos, Pedagogos, Enfermeiros, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Terapeutas Ocupacionais (TO), Biólogos, Biomédicos, Farmacêuticos, Educadores Físicos, Administradores (Coaching), Gerente de Recursos Humanos (GRH), Especialistas em Psicopedagogia, Especialistas em Neuropsicologia, Especialistas em Neuropedagogia, Especialistas em Neuropsicopedagogia Clínica, Mestres e Doutores em Neurociência, Neuropsicologia e Neuropsiquiatria. Enfim, todos que estudam neurociência.


Pré-requisito: Necessidade de cuidar de pessoas ou treinar pessoas que necessitam melhorar a concentração e atenção ou ainda que estejam com depressão, transtorno de ansiedade, enxaqueca, déficit de aprendizagem e fibromialgia.


O curso de NEUROFEEDBACK(workshop) é dividido em 2 (duas) partes:

Hemoencefalografia (HEG) e Eletroencefalografia (EEG).

HEGImagem1

Com a hemoencefalografia (HEG), por meio de uma luz infravermelha que fica em uma faixa-sensor colocada no córtex pré-frontal (região da testa) do paciente, detectamos o deslocamento do fluxo sanguíneo nos capilares, citosol, mitocôndria, até gerar aos disparos dos neurônios (saída de sódio e entrada de potássio na membrana nervosa) do córtex associativo, responsável por funções executivas, planejamento, organização, motivação, controle emocional, habilidades sociais, controle dos impulsos verbais (falar sem pensar), impulsos comportamentais (agir sem pensar), linguagem e memória de trabalho.

Monitoramos e fazemos o paciente aprender a controlar esse deslocamento sanguíneo proporcionando melhor concentração em atletas, em pessoas com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), transtorno de ansiedade, migrânea (enxaqueca) e em pessoas com dificuldades de aprendizagem.

EEGeeg

Com a eletroencefalografia (EEG) quantitativa, o nosso trabalho é mais complexo. Podemos alterar as ondas cerebrais (inibir ou aumentar) com um programa chamado bioexplorer, 21 (vinte e um) eletrodos e designs específicos idealizados pelo Americano Peter Van Deusen e criados por desenvolvedores de software da empresa Brain Trainer dos Estados Unidos da América (EUA).

Em algumas crianças e adultos, utilizamos jogos interligados ao sistema bioexplorer e a todo sistema de neurofeedback. Para que os jogos se mexam e a pessoa atinja seus objetivos terá que se acalmar, respirar adequadamente, utilizando o diafragma, as ondas indesejadas baixem e as ondas esperadas aumentem sob nosso controle.